Como os bancos de desenvolvimento podem impulsionar o financiamento de negócios de mulheres?

Karina Azar

Karina Azar

Imagine ser uma empresária se aproximando de uma instituição financeira para solicitar um empréstimo para um novo produto que você vai lançar. Você se pergunta: onde posso obter informações sobre os produtos que essa instituição financeira oferece? Com quem posso falar para conseguir orientações personalizados? O que posso apresentar como garantia? Eles vão me conceder um empréstimo?


Essa é a situação para quase um terço das mulheres empreendedoras da América Latina e do Caribe (ALC) que enfrentam restrições ao solicitar financiamento. Como um todo, estima-se que a lacuna de financiamento para negócios de mulheres na América Latina e no Caribe seja de US$ 93 bilhões. É a região do mundo onde esta lacuna é mais significativa. O que está por trás disso? Geralmente, nos referimos a restrições ou barreiras que podem ocorrer tanto do lado da oferta (instituições financeiras) como da demanda (mulheres empreendedoras).  Continue lendo…



WiConnect é a plataforma georreferenciada do Grupo BID que permite saber quem faz o quê, onde e como na América Latina e no Caribe com o objetivo de avançar para o crescimento sustentável dos países. Se você ainda não faz parte desta comunidade, REGISTRE sua organização AGORA. Você poderá acessar mais conteúdo premium, descobrir bolsas de estudo e oportunidades de financiamento, conectar-se com potenciais aliados para seus projetos de desenvolvimento e tornar sua organização visível.
Karina Azar

Karina Azar

Karina integra a Divisão de Conectividade, Mercados e Finanças do BID, onde incorpora a transversalização de gênero e diversidade no setor financeiro. Ela tem mais de 10 anos de experiência na área de gênero e inclusão financeira na América Latina e no Caribe. Seu foco principal é o apoio e aconselhamento às instituições financeiras do setor público em questões como dados desagregados por sexo, integração do investimento com uma lente de gênero e diversidade de grupo, adaptação da oferta para mulheres empreendedoras, desenvolvimento de capacidades institucionais, entre outros